• Selak

Ampliação do acesso para o Distrito Industrial do Tabão facilita chegada à Selak

Atualizado: Mar 2

A pavimentação e urbanização das estradas municipais Yoneji Nakamura e Mauro Auricchio ajudará muito na logística das empresas do Distrito Industrial do Taboão, em Mogi das Cruzes, Grande São Paulo, setor no qual a fábrica da Selak faz parte.

Intenso trânsito de caminhões no Distrito Industrial do Taboão

A pedido do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o projeto de pavimentação e urbanização das estradas municipais Yoneji Nakamura e Mauro Auricchio, ambas no Distrito Industrial do Taboão, em Mogi, foi atualizado e adaptado para receber os veículos que utilizarem o futuro acesso a ser implantado na rodovia Ayrton Senna. A adequação foi solicitada pelo DER à Secretaria Municipal de Obras, responsável por contratar a empresa especializada que fez o projeto executivo.

O DER pediu que a Prefeitura incluísse nos trabalhos de pavimentação, o rebaixamento em cerca de seis metros da pista, no trecho da estrada Mauro Auricchio, que passa sob a Ayrton Senna. O rebaixamento será necessário para que o DER transforme o retorno operacional, existente no km 51, em acesso direto da rodovia ao Distrito Industrial. O projeto original não previa este rebaixamento, fundamental para a passagem de veículos de grande porte.

“Todas as ações necessárias para que, finalmente, o Taboão tenha o acesso, estão sendo realizadas”, afirmou Osvaldo Baradel, presidente da Associação Gestora do Distrito Industrial do Taboão (Agestab). “Estamos vencendo todas as etapas que eram apontadas como empecilho para a construção do acesso, como a regularização das estradas, agora todas contam com CEP; a pavimentação, que já tem verba garantida e previsão para lançar a licitação até o final de julho e; recentemente, esta adaptação no projeto”, destacou Baradel.

A pavimentação das vias havia sido uma exigência da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e do DER. As obras nas estradas têm previsão de término de até oito meses, após o início. O projeto de urbanização prevê calçadas em ambos os lados da via e sistema de iluminação pública com luz de LED. O convênio com o DER é de R$ 8.173.820,84 e possibilitará a colocação de asfalto em uma extensão de 2,8 km.

O asfaltamento compreenderá desde a ligação da Estrada do Taboão, na esquina do Colégio Hermon, seguindo cerca de 1,2 km, por um lado, até a empresa Aerorack/Mogipack, e, por outro lado, mais 1,6 km até a fábrica Auricchio. Ao menos 20 indústrias serão beneficiadas.


Fonte: O Diário